Galeria de fotos.
Obituário

News Letter

Quer receber informações em seu e-mail? Cadastre seu e-mail aqui!

Assinar Remover
Telefones de Emergência
Disque Denúnica da Polícia Civil 197
Disque Denúncia 181
Polícia Militar 190
Bombeiros 193
Polícia Rodoviária 198
SAMU 192
Polícia Rodoviária Federal 191
Polícia Rod. Francisco Beltrão (46) 3523-5132
DENARC (46) 3225-4495

Polícia Federal prende suspeitos de contrabando de cigarro em 3 estados

Publicado em 07/06/2011 -  Por Luiz Carlos Maciel
Fonte e foto: G1 PR

De acordo com a Polícia Federal, desde as 5h da manhã desta terça-feira (7) 31 pessoas foram presas, no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, por suspeita de envolvimento em contrabando de cigarro do Paraguai. Doze pessoas foram presas em Frederico Westphalen (RS), duas em Planalto (PR) e as demais ainda não foram confirmadas as localidades.
Entre os mandados de prisão estão dois servidores públicos municipais, um fiscal sanitário de Santa Catarina, cinco policiais militares também de SC e dois policiais rodoviários estaduais do Paraná, que teriam recebido propina para facilitar o transporte das cargas. Os dois policiais rodoviários são as pessoas que foram presas na cidade de Planalto, no Oeste do Paraná, a 561 km de Curitiba.

O esquema de contrabando começava no Paraguai e trazia as mercadorias para o Brasil através de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. O contrabando passava por cidades do Sudoeste paranaense até Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A suspeita é de que os cigarros eram distribuídos em 16 cidades nos três estados da região Sul e exportados até para o Uruguai, através de cidade fronteiriças no Rio Grande do Sul.
O esquema manteria contato nas cidades de Foz do Iguaçu (PR), Santa Terezinha do Itaipu (PR), Céu Azul (PR), Cascavel (PR), Curitiba (PR), Campo Erê (SC), Saltinho (SC), São Miguel do Oeste (SC), Frederico Westphalen (RS), Palmeira das Missões (RS), Cruz Alta (RS), Santana do Livramento (RS), Rio Grande (RS), Cachoeirinha (RS) e Porto Alegre.
As investigações começaram há um ano e a Delegacia da Polícia Federal de Dionísio Cerqueira (SC) concentra a operação. O esquema movimentaria R$ 10 milhões todos os meses em produtos contrabandeados do Paraguai.

 

Visualizar modo para impressão.

 

Copyright 2010 - 2013.
Todos os direitos reservados Programa
Plantão Policial por Luiz Carlos Maciel.

Francisco Beltrão / PR.

 

Estatus Webstudio